Mídias Sociais:

Facebook Instagram Youtube
Escolha uma Página

O ácido hialurônico pode se diferenciar a partir de diversas formas sendo as principais:

1.Tamanho da partícula de ácido hialurônico
2.Concentração do produto
3.Capacidade de levantamento dos tecidos – Elasticidade(G’)
4.Capacidade de integração aos tecidos – Viscosidade (G”)

É importante sabermos que o mesmo ácido hialurônico não é indicado para o mesmo tipo de tratamento. Por isso, escolher um bom profissional é essencial para tratar cada região do corpo e cada objetivo desejado.

Assim, o médico normalmente tem de ter à disposição uma quantidade mínima de diferentes tipos para poder oferecer aos pacientes o melhor tratamento possível.

Além disso, uma das grandes peculiaridades dos tratamentos com ácido hialurônico é entender que ele pode ter diferentes apresentações físicas, variando do mais fluido ao mais sólido.

Isso está diretamente relacionado a suas características de elasticidade(G’) e viscosidade(G”) com objetivos diferentes em relação ao tratamento clínico, ou seja, dependendo da apresentação do material é possível ter um resultado diferenciado.

Quanto maiores as propriedades de elasticidade e coletividade, mais próximo vai estar do estágio sólido. Apresentações menos coesas e mais viscosas vão se apresentar mais semelhantes ao estágio líquido. Já, a presença de uma apresentação intermediária vai ter um aspecto mais semelhante ao gel.

É importante que o médico avalie o local de colocação do ácido hialurônico e a necessidade do paciente para melhor escolha.

No vídeo abaixo discutimos mais tópicos sobre ácido hialurônico: