Mídias Sociais:

Facebook Instagram Youtube
Escolha uma Página

Se você chegou até aqui é porque tem muitas dúvidas sobre o processo de envelhecimento facial. Quando você entende o que causa e acelera o envelhecimento passa a ter mais recursos para manter a pele jovem, bonita e da forma mais saudável possível, por mais tempo.

Nesse guia, vamos passar por fatores intrínsecos, de sua genética, e extrínsecos, causado por fatores externos ao organismo. Assim, chegaremos em alguns cuidados que você pode ter diariamente para prevenir o envelhecimento, bem como os  tratamentos que podem ser feitos.

1. Primeiros sinais de envelhecimento

O processo natural do nosso organismo é o envelhecimento. Dificilmente alguém fica feliz quando se depara com essas mudanças, mas você pode fazer algumas técnicas para amenizar a chegada.

Ao olhar no espelho se você perceber sua pele mais flácida e vincos no canto dos olhos fique tranquila, pois isso é natural. Conforme avançamos a idade, as células do corpo perdem a capacidade de renovação.

Os fibroblastos e as células epiteliais que produzem colágeno começam a não se renovar como antes, causando a perda de sustentação da pele. Como falamos anteriormente, esse processo é o que chamamos de fator intrínseco já programado no seu DNA, mas que podem ser acelerados com situações externas.

2.Causas internas do envelhecimento

O envelhecimento que ocorre por alterações inerentes ao organismo é chamado de intrínseco. Ele se apresenta, normalmente, com o surgimento das linhas de expressão, as famosas rugas decorrentes da perda do colágeno.

Alguns fatores podem acelerar esse processo de envelhecimento:

  • GENÉTICA: O DNA sofre alterações com a radiação solar, toxinas ou apenas com o avanço da idade. Assim, as células perdem a habilidade de se multiplicar.
  • HORMÔNIOS: A queda dos hormônios com o passar dos anos, causa a deterioração da pele.

3. Causas externas do envelhecimento

Enquanto podemos fazer pouco para o processo natural de envelhecimento que envolve as questões internas, podemos tomar diversas medidas contra as ações externas ou extrínsecas

Os principais fatores envolvidos são:

  • Alimentação: Se você se alimentar de forma errada, poderá não receber nutrientes essenciais para a manutenção da saúde da pele.
  • Radiação solar: Manter-se ao sol sem proteção pode ser o indicativo para surgimento de manchas desagradáveis.
  • Consumo de álcool e cigarro: São dois agravantes que afetam o envelhecimento da face, acelerando o processo que seria natural.

E a prevenção?

Depois que falamos sobre as causas, internas e externas do processo de envelhecimento, podemos citar alguns pontos que podem ser ressaltados para diminuir essa passagem do tempo.

Uma das dicas é usar diariamente protetor solar, até mesmo em dias nublados ou dentro de casa. Hidratar o rosto com cremes e tomar pelo menos 2 litros de água por dia é essencial.

Além disso, fazer limpezas de pele constante, em casa mesmo, com sabão neutro auxilia a manter a pele saudável, manter uma dieta adequada e exercícios regularmente são rotinas já bem conhecidas que ajudam na prevenção.

Possíveis tratamentos para o processo de envelhecimento facial

Mesmo que o processo não possa ser interrompido, podemos fazer com que o envelhecimento facial ocorra de forma mais lenta. Assim, diversos tratamentos podem ser feitos para estimular a produção de colágeno e manter a vitalidade da pele. Eles proporcionam uma sensação de jovialidade e podem ser feitos em consultórios especializados.

Conheça alguns deles:

  • Toxina botulínica: Popularmente conhecida como botox, tem poder de paralisar os músculos que causam as rugas quando fazemos algum movimento facial exagerado.
  • Preenchimento: Nesse caso, o ácido hialurônico é o composto utilizado para repor o volume e preencher as regiões da face ainda oferecendo hidratação e melhora na estrutura de colágeno.
  • Sculptra: O ácido poli-l-láctico é utilizado para aumentar a produção e estimulação de colágeno e prevenir a flacidez.
  • Laser de CO2: Auxilia no tratamentos das rugas, flacidez, cicatrizes de acne e, em alguns casos, tem poder de uniformizar a cor da pele bem como estimular sua renovação.

A escolha do melhor tratamento varia para cada pessoa. Por isso, é importante fazer uma análise facial com um cirurgião plástico. Ele poderá indicar se os procedimentos estéticos serão a melhor opção para resultados rejuvenescedores.