Mídias Sociais:

Facebook Instagram Youtube
Escolha uma Página

A escolha de fazer qualquer  procedimento exige alguns passos anteriores à cirurgia. Neste artigo selecionamos 4 dicas importantes para você que deseja colocar prótese de silicone .

Pré-operatório

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), a prótese mamária é a cirurgia estética mais realizada no país. Em média, são 17 cirurgias do tipo feitas por hora (150 mil por ano).

Apesar de ser uma cirurgia comum, qualquer procedimento cirúrgico requer um preparo, saber as principais informações, os riscos da cirurgia, o tempo de recuperação e organização financeira.

Os implantes são formados por conchas de elastômero de silicone, preenchidos com gel de silicone de alta coesividade, que impede seu vazamento caso haja ruptura da prótese.

Devido à tecnologia, hoje há uma redução drástica da taxa de rejeição. Sabendo destas informações os próximos passos são decidir qual o tamanho da prótese e  como será a cirurgia.

O tamanho da prótese

Assim como qualquer outra cirurgia existem alguns riscos que devem ser mencionados antes do procedimento. Hoje a busca por próteses mamárias procurando resultados mais naturais têm sido a principal escolha das mulheres.

Desta forma, você deve falar com o seu médico para fazer a escolha certa de acordo com a expectativa do resultado, altura, diâmetro do tórax, e outros fatores. Ainda no momento do pré-operatório, o cirurgião irá lhe auxiliar a tomar esta decisão levando em conta a  experiência dele e suas características físicas já citadas acima.

Também, irá escolher onde a prótese será inserida: se atrás do músculo, da glândula ou de forma mista (dual plane). A escolha da localização vai depender do tamanho da prótese desejada, da quantidade de glândula da paciente e do desejo de uma prótese “marcada” ou não.

Em relação a localização da incisão, o local mais comum é na dobra da mama, mas ainda pode ser posicionada ao redor da aréola ou mesmo na dobra da axila.

Pós-Operatório

Um pós-operatório de uma cirurgia de prótese mamária requer alguns cuidados, como qualquer outra cirurgia. Em geral, a paciente não sente muita dor, mas isto é diferente para cada indivíduo, do tamanho da prótese e da localização do implante.

Assim como qualquer outra cirurgia existem alguns riscos mencionados anteriormente pelo seu médico no momento da  consulta. Caso não sejam esclarecidos todos os pontos costuma-se fornecer um documento que descreve os principais riscos e características do procedimento.

Escolha do Profissional

Uma parte que merece muita atenção é a escolha médico que irá fazer o seu procedimento. O ideal é que você decida pelo que mais se identifica e aquele que passa mais segurança, responde todas as suas perguntas e lhe informa todos os riscos e consequências de um procedimento cirúrgico.

Você pode usar a internet para pesquisar o nome do médico , verificar sua formação e pedir indicação de outras pacientes.

Somente de uma maneira calma e bem pensada é possível realizar um procedimento bem sucedido. Pesquise, se informe e não tente pular etapas, todo o cuidado é importante quando se trata sobre o seu corpo.

É importante lembrar que o resultado varia de acordo com o corpo, o tecido mamário e a pele de cada pessoa. Hoje existem diversos tipos de próteses, que variam no diâmetro e na projeção ou seja, a mama que fica melhor para uma mulher pode não ser o ideal para outra.

Para isto, consulte um médico de confiança que ele irá lhe passar todas instruções.